domingo, junho 08, 2008

- Fim de tarde de outono


-


O sol já se esconde, já não é tarde
A noite já presente, se firma realmente agora
As folhas caem das árvores, anunciando a chegada do outono
E você está aqui mais uma vez.
Meus olhos vibram a cada passo seu
Passo a sentir necessidade do seu olhar curioso
Sentir você, mergulhar no teu abraço
Ver se justificar algo que chega a extasiar por sua doçura
Logo após, trocar as mais perfeitas juras de amor
Sentir-me embalada pela tua pele quente
Esquecer as barreiras desse sentimento
Destilar da essência do querer
As mãos destacam movimentos involuntariamente doces
Que desejam penetrar o sulficiente para te fazer sentir algo com tamanha perfeição
Desejo navegar nas curvas do teu corpo
Acompanhar o deitar do teu cabelo nos meus ombros
Firmar em séculos a certeza de nada mais quererAlém de sentir, amar e viver você .

-

♪ O Último Anjo - Isabella Taviani ♫

Nenhum comentário: