sexta-feira, julho 04, 2008

tic tac, tic tac, tic tac...



Os dias cheiram a medo
Medo de estar realmente perdida no teu sorriso
Viro a cara, escondo, esqueço.
E sua imagem parece mesmo me fugir da memória
Mas se chego perto,
Se ouço a sua voz, a sinto vibrar dentro de mim.
Me permito jogar o seu jogo
Acompanho o teu sorriso, também rindo
Mas meu sorriso expressa muito mais que uma nova amizade
Nossos olhares se encontram, e sinto calafrios
Para você, o olhar de uma menina pouco importante
Para mim o olhar de alguém que tem me roubado os dias
Me pergunto se não percebe a força que há no meu abraço
A vontade, o desejo de que sinta também
A euforia que sinto quando nossos corpos se tocam.
Mas minhas poucas palavras ainda impedem uma aproximação
Talvez seja melhor mesmo calar,
Para não falar demais.





-


♪ Soprano - O Teatro Mágico

Nenhum comentário: