segunda-feira, setembro 15, 2008


-



"Falar de amor em itapuã..."




-



Sentada sobre as pedras, vista de cima... Ela parece sorrir. A brisa do mar toca-lhe os ouvidos e o coração. Brisa que se divide e se multiplica em pequenos milésimos de segundos pouco notáveis. Não se sabe se a água do mar ou a da dor, faz seus olhos estarem tão cansados. E a dor até lhe some levada pelas ondas, as estrelas deitam sore as águas, talvez pra que misturadas entre sal e dor... Transbordem no infinito.
-
♪ Praia Nua - Jorge Vercilo

Nenhum comentário: