sexta-feira, abril 10, 2009

Será que é loucura?

-

Toda vez em que o espelho se debate com a minha cara amassada e sóbria, eu enlouqueço um pouco mais. Olhando nos olhos da garota no espelho eu quase me recuso a acrdeitar que sou eu. Mas ao cruzar com outros olhos me e não posso, não posso desejar. Me mostro amiga, nunca amante. Mas você despeja em mim o seu olhar e eu deliro. Pronuncia o meu nome e beija a minha face como se estivesse a beijar os meus lábios. Ponha-me no chão agora, vamos! Não é a primeira vez em que você me pega no colo. Mas agora não é mais como antes. Não já não corremos pelos canteiros embalados pela euforia infantil. Ganhamos outras formas, outras vontades. Despeje a sua vontade sobre mim, leve a loucura uma velha conhecida. Enlaçarei os meus dedos nos teus cabelos e destilarei da maravilha de colar a minha pele na sua. Mate a sede dos teus sonhos. Seremos amantes pelo tempo, pela malícia, pela vontade.

-

Nenhum comentário: