quinta-feira, julho 30, 2009

Só não me peça pra gostar

-



Eu não sei o que quero escrever, sinceramente. Dessa vez eu não programei texto, nem ideia, nem ponto, vírgula, enredo. Só sentimento, mas sentimento não se programa, não. Pelo menos não por mim. Só que era necessário fingir, e eu tentei. Não obtive sucesso, verdade. Talvez eu quisesse mesmo mostrar que senti. Que boba eu, não? Achar que o dia ficaria melhor comigo. Me colocar como prioridade... Ilusão! Não é agora que as coisas vão mudar. Desculpe pelo meu drama, eu só sei sentir. Foi o que aprendi melhor, mas talvez não tenho sido o que aprendi de melhor. Porque não é boa essa minha sensibilidade em demasia, que chega a ser quase egoísta, de tão carente. Não vou roubar o seu tempo, nem exigir que os seus momentos sejam todos meus. Nem vou estipular a maneira como você deve agir. A minha companhia não deve ser mesmo das melhores.

Nenhum comentário: