sábado, março 13, 2010

Palavras e silêncio.

'...Que bom é ser fotografado, mas pelas retinas dos teus olhos lindos...'

Curiosa a maneira como você me olha, menino. Admito que você me faz viajar na ideia dos teus olhos desejarem mergulhar aqui. Os meus amigos falam sobre você, eles me dizem "Ele está louco, completamente apaixonado!". Você me escreve coisas lindas, disserta maravilhosos sentimentos e me dá uma prioridade que tive poucas vezes, mas nada disso passa do papel. E eles insistem em dizer "Ele te quer, ele te ama.", ok, pausa para pensar um pouco: Pessimismo. Me recuso a acreditar nessa verdade ditada por todos, porque meus ouvidos já ouviram coisas ruins demais. Sim, meu coração diz outras coisas, mas de que adianta? Teu tato não pousará no meu corpo e eu já nem deliro com isso, a não ser nas noites cheias de sonhos proibidos, como a noite passada. Adormeci pensando na maneira como você me olhou, como parecia me analisar. Eu nem se quer dirigia a palavra pra você, meu olhar estava longe, e quando pousou em você, encontrou o seu. Isso tem acontecido com frequencia, verdade. Mas nada disso é prova de sentimento. Sentimento é algo muito, muito maior. É algo que te falta, e que já não me cabe mais.

Um comentário:

N. disse...

Estou passando por isso, os nossos olharem podem ate se encontrar, meu coração pode ate dar uns giros quando vê ele, mas a minha consiencia diz que não.
Adoro seu blog.!