quarta-feira, março 03, 2010

Quem nesse mundo faz o que há durar?

- Eu te amo.
- Porque você me ama?
- Eu te amo porque você é meu.
(Do começo ao fim, o filme)

Nós devemos amar as pessoas por elas serem nossas? Aliás, quem, de verdade, é nosso? E por que insistimos em amar o que não temos? E se não temos, vivemos relutando na ideia de ter? Quem, em todo esse mundo pode dizer com gás suficiente para não mudar de ideia um 'eu te amo'? Por que é que essa noite não quer terminar? Por que que aqui faz tanto frio?

[Só porque hoje os sentimentos me confundem por demais... :(]

3 comentários:

Milla disse...

as pessoas nunca sõa nossas por inteiro, essa ideia existe mas não é das mais reais. a verdade é que uma vez que conseguimos uma coisa queremos sempre mais e mais, por este motivo começamos a desejar coisas novas. e por fim, acho que ninguém atualmente pode dizer um eu te amo completamente, porque hoje isso está em extinção...

beijos

Thiago disse...

Sentimentos sempre confundem!

J. disse...

Eu queria ver este filme...