terça-feira, março 23, 2010

Xadrez.




E olha só no que dá vasculhar o velho armário...

-

Talvez você houvesse me sugerido um jogo, mas meu cansaço não haveria de permitir arriscar as minhas fichas. Talvez eu soubesse o que dizer para decretar o xeque-mate, mas a sua preferência anterior por outros companheiros de jogo me fez achar que talvez o meu game over não fosse maravilhosamente bom. Quem sabe por não ser over, mas start game. O meu jogo, as minhas cartas. Onde os meus dados rolam e os teus dedos fervem. Onde as minhas peças se movem e a sua pressa termina. O meu jogo em dupla, a minha inverdade sem dor. A fantasia em que não quero acreditar e o sonho que você não quer ter.

'Há algum tempo atrás, pensei em te dizer que
eu nunca cai nas suas armadilhas de amor.'

2 comentários:

Milla disse...

Realmente vasculhar armário sempre faz com que encontremos alguns textos assim, pelo menos comigo vive acontecendo. Mas eu gostei muito do seu texto, achei a ideia muito boa :)

beijos

Rafaela disse...

Oi...
ADOREI seu texto e seu blog!!!
Já sou seguidora!!! =]

Se der dá uma passada no meu...www.coisasrafa.blogspot.com

Parabens novamente.

Beeeeijo