sexta-feira, abril 16, 2010

Verdades.

"Ah, e quantos sonhos sem realizar,
quantos desejos presos no olhar.
(...)
Quantas vezes eu pensei
não ouvir meu coração."

- Eva...
- Oi...
- Alguma coisa já te fez muito bem, mas ao mesmo tempo te fez muito mal?
- Alguém tem me feito muito bem e muito mal todos os dias, Amanda...
- O que você faz?
- Eu tento não levar tão à sério quando faz mal, e viver ao máximo quando me faz bem. Mas por que a pergunta?
- Nada, nada... Obrigada.
- Por nada...

*

- Ele só faz isso porque quer que eu vá lá, que peça pra ele ficar, que mendigue.
- Então vá, Eva!
- Não!
- Amiga, reaja. Você nunca foi assim, eu que era. E eu mudei porque você me ensinou a perseguir o que eu queria. Agora você está imóvel.
- Sabe qual é a diferença básica entre a Eva de antes e a Eva de agora?
- Qual?
- A Eva de antes lutava porque valia a pena.

(Incrível como às vezes as verdades nos obrigam a enxerga-las cara à cara.)

Posso só contar um último segredo?
Eu não aguento mais chorar por você.


3 comentários:

Regina disse...

Acho que esse seu segredo é meu também.

Milla disse...

Acho que mudar é uma coisa necessária e sofrer pelo que não vale a pena é algo que deve ser mudado. Já passei por isso, já passei noites chorando mas passou quando eu finalmente percebi que não valia a pena sofrer por algo que não valia nada mais para mim.

beijos

HBMS disse...

resistir faz parte da vida :)