terça-feira, junho 22, 2010

Vai com os anjos, vai em paz.




"É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora cedo demais
(...)
Vai com os anjos, vai em paz.
(...)
Eu sei
Que você está bem agora.
(...)


Do resto não sei dizer"






E não existe coisa mais brutal e verdadeira do que a morte nos invadindo os poros num dia comum. É inacreditável, até que passam os dias e a gente nota que tudo aconteceu e não se pode voltar atrás. Mais que saudade, vem o medo. A vida é algo realmente raro. O mais é indizível em palavras fáceis e intransponíveis.

-

Ainda que seja difícil para todos nós acreditar, sabemos que você está num lugar bom, porque merece estar.
Jonas, descanse em paz.

Nenhum comentário: