segunda-feira, agosto 02, 2010

(re)ler-me.

"Como sou insuportavelmente romântica, meu Deus!" Fernanda Yuong

Encontrei um folhetinho amassado na minha escrivaninha, com uma só folhinha escrita, uma letra rápida, despojada, apontando embriaguez, li:

Frio, amargo, forte. Tudo isto é o teu café.
E ainda assim, tenho sede de tomá-lo todos os dias.
(22.02.09)


Fiquei pensando em todos os personagens daquela confusão, e adormeci pensando em mim mesma e na minha (eterna) insensatez.

Um comentário:

disse...

Olá! Estava navegando por esse Blog... E encontrei o seu1 Tã lindo!
Você escreve de maneira doce!

O Título do Blog é muito fofo!

Parabéns!