sexta-feira, março 25, 2011

Aqueles olhinhos verdes.


Ela me pediu há mais de um mês atrás que eu postasse algo aqui pra ela, e eu aproveitei que hoje é o seu aniversário de 17 anos para dizer a todo mundo o quanto ela é especial na minha vida. Indiara, há 3 anos atrás eu não imaginaria estar aqui escrevendo sobre você. Quem diria que nós passaríamos de velhas conhecidas a amiga íntimas como somos hoje? Eu não apostaria nessa ideia nunca. Se bobear, nem depois de nos conhecermos direito. A nossa amizade entre trancos e barrancos, nossas brigas homéricas, nossos foras complicadíssimos. Mas há algo, sabe?! Algo em nós duas que não nos deixou desistir nunca. Fomos lá, desafiamos as nossas diferenças, lutamos para estar perto uma da outra. E estamos aqui, conseguimos. Sei que posso ligar pra você de madrugada e ouvir você dizer do outro lado "o que foi, fia?", com aquela voz de preocupação que eu adoro demais. Sei que você pode me contar qualquer coisa sem que eu nem pense em violar a sua confiança contando a outra pessoa. Há coisa melhor que essa certeza? Não há. É isso. Eu quero os melhores fluidos de felicidade pra você. Quero o seu nome nos agradecimentos do convite da minha formatura. Quero sair de moto a mil por hora pro melhor lugar pra ver a lua cheia. Quero receber recados quando você estiver longe em que eu ainda te chame de "bebê" e você de "bailarina". Quero que o meu gatinho possa se consultar com você no meu apartamento, naquele dia em que você vá tomar uma cerveja e colocar um papo em dia. E que daqui há muitos anos nós sejamos duas velhinhas bem enxutas lembrando de como é bom ter com quem contar. Eu te admiro, te adoro, te amo. Daqui até a eternidade.
Parabéns, meu bebê.

2 comentários:

A.M.O. disse...

aaaaaaah, pq tbm n tem pra mim???? =(((

A.M.O. disse...

E ainda me ignora! suahsuahuauh