quarta-feira, abril 06, 2011

Fadiga.

Eu ando fatigada. Ando fatigada dessa minha busca incansável por paz. Ando fatigada de ver todos os meus esforços serem diminuídos e os meus erros serem aumentados. Ando fatigada dessas amizades descartáveis. Ando fatigada desses amores mal vividos. Ando fatigada desses estudos frenéticos e dessa rotina escolar insuportável. Ando fatigada desses papos fúteis adolescentes. Ando fatigada de aturar a falta de bom gosto das pessoas. Ando fatigada desses desafetos todos. Ando fatigada dessa vidinha pequena de interior. Ando fatigada dessa mesmice. Ando fatigada desses olhos de águia sobre mim. Ando fatigada de viver. E de até a ideia de por fim a vida não me trazer um sossego.

Nenhum comentário: