sábado, junho 11, 2011

Surpresa

E eu passaria horas jogando conversa fora com você, eu viraria a noite, invadiria a madrugada, venerando a nossa amizade. Que gostoso ouvir a sua voz, me perder no teu abraço, que gostoso te fazer sorrir. Que delícia olhar nos olhos, sentir o teu peito tocando os meus seios. E tremer, beirar a taquicardia, quando você me aparece. Sempre lindo, sempre incrível, sempre atrativo, sempre apaixonante. Talvez as coisas não sejam do jeito que eu queria, mas elas pelo menos são.

Engraçado te ouvir me chamar de "minha namorada". Não sei se isso ainda pode se concretizar. Verdade que eu ainda quero te ter. Mas o fato é que eu tenho. Eu te tenho forte e diferente, eu te tenho imenso. Eu fui a tua mudança, e isso tem um gosto louco de dever cumprido. Eu só não sei se totalmente cumprido.