domingo, maio 19, 2013

Aquela menina


Aquela menina se parecia com palavra liberdade.
De sua nuca subia um encanto particular,
Uma espécie de esquecimento onde guardar os olhos.
Os primeiros acenos que fiz para o outono
Se deitaram tranquilos sob a maré das suas mãos.

Adaptado de "a palavra nunca".

Nenhum comentário: